segunda-feira, janeiro 12, 2009

o clima deste ano




2009 será o ano das tempestades – tempestades que fazem notícia em todas as páginas dos jornais e levam ao drama – sejam terremotos, sejam violentas tempestades jamais medidas a esse nível antes; ventos, chuva, raios – tempestades de raios estranhas e pouco normais por todo o mundo que produzem padrões jamais vistos antes em alguma tempestade de relâmpagos - isso vai ocorrer pelo mundo todo.
.
O clima será notícia, particularmente depois do primeiro trimestre deste ano. Vai deixar os cientistas perplexos e os que estudam os seus padrões, e eles vão começar a imaginar por que as transformações nos pólos magnéticos estão mudando numa base errática, assim como a intensidade magnética da Terra. Ambos os pólos magnéticos vão estar em transformação, e a força – ou falta de força – do puxão gravitacional na Terra vai mudar esse ano, e vai estar errático. Não vai seguir um bom caminho simétrico. Vai mudar em cada parte da Terra, e cada aspecto biológico da Terra vai sentir isso, mas a maioria não vai entender o que está a acontecer.
.

Muitas espécies partirão da Terra permanentemente. Elas partem para que novas espécies possam se desenvolver e entrar; de maneira que as espécies humanas possam evoluir e mudar. Tudo isso, queridos humanos, é uma benção da maior magnitude.Vai haver momentos que iremos zangarmo-nos com Deus quando deitados na cama, escondendo-nos no andar debaixo de suas casas, no meio de tempestade numa ravina em algum lugar, quando os nossos vôos atrasarem por dias e dias, dias e dias sem fim.
.

Vocês irão zangar-se com Deus quando a neve nos cobrir, acima das nossas cabeças e não forem capazes de sair, ou quando trovoadas contínuas e raios parecerem intermináveis.
.

O clima é consciência, e ela está mudando. O clima está servindo a humanidade. O clima é uma maneira tão perfeita de permitir que essa coisa simples aconteça, a energia busca resolução, transformação. Renovação. E é isso o que vai acontecer esse ano.
.

É a mudança no clima global que causará um déficit de alimento pelo menos pelos próximos anos. Lugares onde se confiava no crescimento de alimento, não serão capazes de produzi-lo. Os reservatórios, bem fundo na superfície da Terra, vão secar ou se tornar tóxicos às plantas. Lugares que experimentavam climas temperados vão começar a experimentar climas mais severos – muito frio, muito calor – e as plantas, que uma vez cresceram na superfície, não crescerão sem esforço, (se crescerem). Isso vai causar uma diminuição nos suprimentos de comida na Terra.
.

Vai haver momentos que nós iremos culpar Deus quando estivermos deitados na cama, escondendo-nos no andar debaixo das nossas casas, no meio de tempestade numa ravina num lugar qualquer, ou quando os nossos vôos atrasarem por dias e dias, dias e dias sem fim, ou quando a neve nos tiver coberto, acima das nossas cabeças e não formos capazes de sair, ou quando trovoadas contínuas e raios parecerem intermináveis.
.

O clima não é mais do que a consciência, e ela está mudando. O clima está servindo a humanidade. O clima é uma maneira tão perfeita de permitir que essa coisa simples aconteça, a energia busca resolução, transformação. Renovação. E é isso o que vai acontecer esse ano.
.

A produção alimentar vai mudar, e as tecnologias estão aí com novos tipos de produção, como a Terra jamais viu antes, e há aqueles que farão outros humanos acreditar que há escassez. Não caia nessa armadilha. Há sim uma mudança na produção de alimentos.
.
Há tecnologias agora para a produção de alimentos que não podem sair do laboratório devido à falta de fundos ou à falta de interesses. Há tecnologias nesse momento prontas para aparecer. Mas não aparecem porque essas tecnologias tem a ver com combustível muito barato e limpo, como disse David. Estão prontas para serem lançadas, mas há falta de fundos ou interesse, ou às vezes apenas portas fechadas. Essas coisas estão prontas a acontecer. Há tecnologias já desenvolvidas agora, que nos deixaríam impressionados em termos de cura. Apenas precisam de refinamento e de fundos.
.
We cannot wait for the storm to pass over - we must learn to dance in the rain.

7 comentários:

xico.lf disse...

Fresquinha,
É do Crimson Circle/Círculo Carmesim? New Energy spiritual teachers?
O clima não é mais do que a consciência?
Ok, a consciência (as consciências?) está mudando e o clima também, mas ... este conceito é novo para mim!?
Talvez ver mais Shaumbra e Crimson Circle?
:)

Xara disse...

Ai Fresquinha,será mesmo assim?
Já há por cá tanta "tempestades",será que o pessoal aguenta ainda mais??!!!
Um beijo,tenho saudades suas,faz-me falta!

Maestro disse...

Vou linkar este texto no meu blog, se nao te importares ;)

Fresquinha disse...

Xico,

Há mais fontes que explicam estes fenómenos. Aliàs, já se verificam no Mundo. Nada de transcendente. Bj

Fresquinha disse...

Xara,

Pela Lei da Atracção, nós atraímos aquilo que pensamos, ou seja a nossa realidade. Enquanto tivermos medo, atraímos motivos para termos medo. Enquanto a consciência ou o pensamento linear não mudar, não saímos da cêpa torta, e pior ainda, atraímos mais do mesmo.

Tenho acompanhado as notícias (uma das vantagens de estar sem net) e estou solidária consigo. Pena tive de não ir comprar o meu S. Jorge, a um preço justo.

Melhores dias virão. Pensando na Lei da Atracção (que aconselho a ver o video no You Tube chamado O Segredo), se não formos optimistas e acreditarmos que todas estas tempestades são produto da consciência colectiva que teima no velho paradigma, a não respeitar a Mãe Natureza, vamos não só recebendo o dízimo do desse desrespeito, obrigando a novos equilíbrios na Terra, como também perpetuar os seus efeitos. Daí a necessidade de nos mantermos calmos, de deitarmos velhas crenças fora, e partir para algo novo. Todos estes "desiquilibrios" não são mais do que um novo equilibrio.

Fresquinha disse...

Maestro,

Até te aconselho. Acho bem que as pessoas comecem a reflectir em mudanças. Se me ajudares, talvez tenhamos feito algum bem para a Humanidade.

Maestro disse...

Ajudo sim. Mas mesmo ao começarmos apenas por nós, estamos já a fazer algo de bem, acho eu... ajudo por isso no que poder e pelo que vou vendo, a consciência esta a mudar, aos poucos. :)