domingo, fevereiro 17, 2008

notícias desta frente


Aqui das Ilhas de Morabeza, cu tudu nha cretcheu.

Vim só espreitar ! E dou-vos as minhas primeiras impressões:

- De Verde, nada há. Absolutamente lunar ! Imaginem-se a aterrar na lua. Igual. Com tabuletas nesses terrenos áridos, porque em Cabo Verde não chove, dizendo: "Proíbido apropriar-se da terra e dos inertes" Não sei bem se a ASAE conseguia fiscalizar a apropriação de inertes, mas a ideia passou-me pela cabeça. Sorri porque tabuletas como esta, sucediam-se. Ainda pensei que os Australianos importam areia e exportam camelos. Talvez eles, quem sabe ?

- Cheguei num dia de vento e frio, tal como na Costa Rica, e no dia seguinte - que é hoje - o sol brilhava para lá do horizonte. Soube que daí, da terrinha, só chuva e temporal. Espreitei as notícias pelo "canto do olho" - como dizia o Bonga, Dr., - e sei que está tudo igual. O Santana que não se livra, do mau mandato de 6 meses, e paga pelo que fez e o que não fez, o Sporting que está a ganhar, outras coisas "fait divers", a independência do Kosovo que não agrada à Rússia, e nada de novo.

- Espraiei-me pelas areias finas da Ilha do Sal e devo dizer-vos, que já tenho o bronze que esperava ter só a meio do Verão. A lagosta era divinal. Grelhada no carvão ....

- Amanhã vou banhar-me para as salinas de Pedra di Lume, onde a água é 26 vezes mais salgada que o normal. Vou boiar o dia todo. Salgar-me como carne de sol.

- Ainda não consegui comer uma catchupa !!! Fui ao catchupeiro mais famoso do Sal, o Funáná, e levei com outro buffet. E eu a fugir ...

- Tenciono ir a Santiago e São Vicente, mas posso mudar de ideias. Tudo dependerá do tempo.

- As minhas primeiras impressões gritam-me que a higiene não abunda. Uma colher de servir que caia ao chão, serve na mesma. Afinal há falta de água nesta ilha. Muita água dessalinada para tomar banho e lavar roupa, e o resto é conversa.

- De tão hospitaleiros que são, tornam-se umas verdadeiras chagas. Tipo mosca que não sai de cima. Difícil é recusar o tal euro que nos é pedido pelos olhos lindos das crianças, já louras de tanto sol, e de tão escuras e enrugadas peles.

- De tantas tranças que nos querem fazer nos cabelos, acabamos por quase os mandar à merda e lá aceitar uma como "souvenir".

- As cortinas do duche só são mudadas em tempo de eleição. É um dégradé de branco a castanho escuro às pintas de bactérias.

- Fuma-se em todo o lado. Haja Deus !

- Falta informação em todo o lado. Quem não tem boca, não vai ao Sal.

- A caipirinha de grogue é o máximo e o pontche não tem saída.

- Os italianos ...

- E o vento. Barlavento e Sotavento. E mais houvesse.

Por enquanto são as notícias desta ilha (Sal) na costa africana. Uma coisa me diz que não vai haver muito mais a acrescentar. E a noite termina no "Pirata", a última discoteca romântica do planeta. Anos 70 no seu melhor.

Um beijo
Fresquinha

12 comentários:

Pedro Correia ou Poeta Acácio disse...

iii... prima fresquinha, há já algum tempo que não vinha aqui... mas vejo que andas por longe... no paraíso!... interessante...

Pelo que deu para ver, se a ASAE também existisse aí, essa genta tava lixada! hehehe

Beijinhos

TENHO DITO

xico.lf disse...

Fresquinha,
Quando aterrei no Sal pensei que o piloto se tinha enganado e tinha ido para o Deserto do Saara! Não saí do aeroporto e fui num aviãozeco (40 lugares apertados) para Santiago! Aí recomendo-te a praia do Tarrafal. Na volta, com uma caixa com 20 e tal lagostas vivas (oferta do governo CV), no Sal almocei (lagosta) num lugar chamado Espargo. O voo para aí foi óptimo com 1/3 da lotação, se tanto, para Lisboa foi péssimo, lotação esgotada e primeiro que a hospedeira conseguisse que os (indisciplinados, mas sim simpáticos) caboverdianos se sentassem todos foi uma espera longa!!!
Boa estadia ...
Beijo :)))

fresquinha disse...

Espargos é a capital da Ilha do Sal. Quem não me mete numa avioneta, sei eu. De facto isto só tem uma coisa de jeito, o mar ! Neste momento estou a 20 passos dele. Água esmeralda, sol que queima.
Beijos daqui.

Zona 8 Lifestyle disse...

Eu só quero é ver as fotos do bronzeado!!!
Boa continuação

xico.lf disse...

Fresquinha,
Quando fui era o que a Cª. de Cabo Verde tinha para ir de uma ilha para outra, um pouco maior que avioneta e mais pequeno que os que havia em angola quando lá estive!
Água esmeralda e Sol que queima, parece que estás bem!!! Enjoy!!!
:)))

xico.lf disse...

Beijos daqui!

Inha disse...

Ricaça! Despesista! Ai, Sinhor, Quim Beja!...LOL

Beijoca, Laroca!:)
P.S.(n) Numa avioneta??? Dassee!... 8-) Avião comercial com uma certa envergadura e muito bom aspecto ainda vá....D)))

fresquinha disse...

Desisti da avioneta, e não me aconselham o barco. Nunca se sabe quando regressa e dura 6 horas, em pura vertigem de um mar bravo. Pois é ... eu fico-me mesmo pela praia e o spa. Tenho um bronze de fazer "inbeja". Agora não ponho fotografias pessoais (e falo o menos possível da minha vida privada) no blog. Quem quiser ver, com olhos de ver, vá beber um café a Azeitão !!! Nô stress !

Anónimo disse...

Fico triste por não estar aí, mesmo com tanta bactéria, vento, italianos, falta de higiene, falta de água, falta de cachupa, gente "cola", falta de tanto! A sério que inveja, pois por aqui neste país à beira mar plantado, temos a mesma coisa, aqui para os lados das beiras! E tivemos tanta água no domingo à noite.

fresquinha disse...

Anónimo,

Por este preço, tens férias sem vento, com higiene, com mar, com gente que não te liga nenhuma, com água, com italianos(as), em muitas partes do mundo. Jamaica, Brasil, Marrocos, Turquia, Egipto, Tailandia ...etc etc
Lamento as inundações mas não tive culpa.

Inha disse...

E vai mais uma caipirinha!!!...LOL

Conheço uma receita com rum de fazer acordar um morto!eheheheh depois dedico-ta lá no tasco!;)

fresquinha disse...

A Rumaria vai no adro ! Obrigada, Inha, hic ...