terça-feira, janeiro 22, 2008

descontração é a ordem do dia

Clica na imagem

a prova que faltava

(Da Xara. Obrigada)

a casa não recua perante nenhuma dificuldade

Kandanda ...


Faço companhia com o meu Balvenie...sem gelo, em balão
Alguém pediu um Porto Ferreira ? Licor Beirão ???

en ti me quedo


De vuelta de una gloria inexistente,
después de haber avanzado un paso hacia ella,
retrocedo a velocidad indecible,
alegre casi como quien dobla la
esquina de lacalle donde hay una reyerta,
llorando avergonzado como el adolescente
hijo de viuda sexagenaria y pobre
expulsado de la escuela vespertina en la que era becario.
Estoy aquí,
donde yo siempre estuve,
donde apenas hay sitio para mantenerse erguido.
.
La soledad es un farol certeramente apedreado:
sobre ella me apoyo.
.
La esperanza es el quicio de una puerta
de la casa que fue desarraigadade
sus cimientos por los huracanes:
quicio-resquicio por donde entro y salgo
cuando paso del nunca (me quisiste) al todavía (te odio),
del tampoco (me escuchas) al también (yo me callo),
del todo (me hace daño) al nada (me lastima).
.
No importa, sin embargo.
.
Los aviones de propulsión a chorro salvan rápidamente
la distancia que separa Tokio de Copenhague,
pero con más rapidez todavía
me desplazo yo a un punto situado a diez centímetros
de mí mismo,
de prisa,
muy de prisa,
en un abrir y cerrar de ojos,
en sólo una diezmilésima de segundo,
lo cual supone una velocidad media de setenta kilómetros a la hora,
que me permite,
si mis cálculos son correctos,
estar en este instante aquí,
después mucho más lejos,
mañana en un lugar sito a casi mil millas,
dentro de una semana en cualquier parte
de la esfera terrestre,
por alejada que os parezca ahora.
Consciente de esa circunstancia,
en muchas ocasiones emprendo largos viajes;
pero apenas me desplazo unos milímetros
hacia los destinos más remotos,
la nostalgia me muerde las entrañas,
y regreso a mi posición primera
alegre y triste a un tiempo-como dije al principio:
alegre,
porque sé que tú eres mi patria,
amor mío;y triste,
porque toda patria, para los que la amamos,
- de acuerdo con mi personal experiencia de la patria-
tiene también bastante de presidio.
.
Así,
en ti me quedo,
paseo largamente tus piernas y tus brazos,
asciendo hasta tu boca, me asomo
al borde de tus ojos,
doy la vuelta a tu cuello,
desciendo por tu espalda,
cambio de ruta para recorrer tus caderas,
vuelvo a empezar de nuevo,
descansando en tu costado,
miro pasar las nubes sobre tus labios rojos,
digo adiós a los pájaros que cruzan por tu frente,
y si cierras los ojos cierro también los míos,
y me duermo a tu sombra como si siempre fuera
verano,
amor,
pensando vagamente
en el mundo inquietante
que se extiende -imposible- detrás de tu sonrisa
.
Autor: Angél González

a onda


clica na imagem

lambretta



figura de urso

clica na imagem

blogging



quando a imaginação se esgota







segunda-feira, janeiro 21, 2008

e se de repente ...

video

patrick bruel e serge gainsbourg







radio e tv

dicionário de sonhos


clica na imagem

o negócio da morte e a sustentabilidade


O lado obscuro do sonho exprime-se numa sinfonia de reminiscências, quiçá de um passado-futuro nunca nosso, aquele que na distância excita a imaginação. Construindo paisagens de som eléctrico, eclético, procurando a liberdade nas emoções difusas, pintando o espaco com estranhas vozes que perpetuam desejos de vida - e morte - tu nascestes, Thermidor. Em ti, mil palavras se fundiram numa única voz de intenção, de mil caminhos interrompidos e novos começos és feito, de fins para sempre esquecidos, tu és continua renovação. Em ti o calor das eras se acumula, como erosão da memória do que nunca foi. Em ti,Thermidor,renasce a Fénix uma vez mais... (autor desconhecido)

da RTP 2



(Obrigada, Sylvia)
Realmente ...
Olha, eu vou PARA Moçambique !!!
.
E, já agora, o Arco-Iris do Sexo

domingo, janeiro 20, 2008

quanto mais conheço um cão ...


Klaus Nomi

o ouriço



Lee Thomas, o homem que muda de côr

Lee Thomas, um pivot e um reporter de entretenimento de uma afiliada da Fox Broadcasting Company é um homem negro de nascença mas que vem progressivamente a tornar-se branco. Ler aqui.

dança



Jane Monheit


sem comentários, senhor doutor :-)


isto está bonito !


dynamo


Dynamo
Colocado por biftoury

paz e golfinhos





Mistério dos Anéis de Prata

recorrente



Eu canto a primavera, não sabes...

O que é? Se fitas os meus olhos

Cheios de perguntas recorrentes,

Decifras, talvez... Amiúde, não digo.

Quem sabe? O sopro perene dos ventos,

O luar, as estrelas, etc., desejos antigos...

.

E sabes? Se toda paixão aflora dos desesperos,

Seria loucura minha ou a fenda do tempo?

Sim, eu sei, o quanto das minhas noites frias.

Não, não me mal digas... Apenas, decifras!

Mas, não intercales o punhal da agonia...

.

O que se foi... O que e a quem lembrar?

E então? Se marcho para a noite sem ti

Levo comigo, a minha e a tua solidão,

É que o teu lado vive igual a mim...

E no compasso dos meus passos,

Divido o silêncio do teu quarto!

.

Minha gema rara, as tardes eu sei,

O sol, o mar... A mesma coisa. Puro tédio!

Se o teu céu é distante, o meu sol é presente,

Agora, deste teu olhar decorrente...

.

Não sabes... Também não digo dos labirintos.

Mas, se centelhas... Beijo-te o ventre

E, levo-te da fronteira do nada ao infinito...

.

descida espectacular

sábado, janeiro 19, 2008

Eartha Kitt fez 80 anos


a raiva que me dá


Um brasileiro por quem tinha alguma estima, falando no turismo português e espanhol que vem invadindo sobretudo o Nordeste do Brasil, tem a seguinte opinião :
.
(Ele, aconselhando a Pousada de Rio Quente, e preferindo eu, Comandatuba ... )
.
Ele:
- Mas vc tem aí perto as termas em Baden-Baden, Wiesbaden... são maravilhosas, romanas...
Comandatuba é uma miragem que esconde a miséria baiana, não aprecio ver turistas gastando tubos, um milionário ficar bilionário e a região morrer na miséria
.
A minha resposta: Os turistas não são responsáveis pela vossa miséria, nem os brasileiros são responsáveis pela miséria dos turistas. E se isso fosse aceitável, ninguém viajava. Há miséria em todo o mundo. Se vc fosse milionário, de certo que gastava tubos ....e não andava a distribuir pelas favelas. Seja realista. Ninguém sai de casa para ter condições piores do que aquelas que tem em casa.
.... Eu e os alemães não combinamos ....
.
Ele:
- o turismo aqui é exploratório e os ibéricos estão na frente disso no Nordeste ...o que antes faziam com vcs os alemães...
ou esqueceu que sempre foram um país pobre.. só agora ao entrar na Comunidade Européia são bancados pela Alemanha e se acham muito?
eu realmente tenho aversão a hispânicos... grossos e mal educados ...
.
Eu:
São os brasileiros que elegem os seus dirigentes governativos. É o vosso País.
Você veio falar dos turistas que são indiferentes à vossa miséria? Os turistas trazem dinheiro para o vosso País, e isso deve permitir que parte da vossa pobreza (e todos nós a temos) não seja ainda maior. O meu direito de reclamar advem do facto de que, quando deixo 3.000 Euros por uma estadia de uma semana no vosso País, fico indisposta quando me dizem que sou indiferente à vossa pobreza. E a crítica de que gastamos "tubos" nos vossos spas, seja onde fôr, só deveria regozijar-vos.
Eu sou Europeia. Sorry. E sou Africana, porque nasci em Moçambique. Sorry. Em ambos, temos miséria visível e não-visível. E gostamos muito que os milionários gastem fortunas, tanto no sítio, como no outro. Porque dinheiro gera progresso, desenvolvimento.
.
Impressionante !!! Vem um cidadão de um País terceiro mundista, que invade, ele País, os tais Países pobres e Ibéricos, e enche-nos de prostitutas e sem-terras ilegais, dizer que exploramos o Nordeste, sobretudo, quando lá deixamos o couro e o cabelo ... ah ! Indios .. senão fossemos nós, ainda hoje nos correspondiamos ao som do batuque para a Amazónia.
.
Só dá vontade de dar estalos !
Cheira-me que o Brasil gostaria de fazer parte da CEE ...
.... tou certa ou tou errada ?

na Costa Rica


cal lane: a renda de ferro forjado


entrevista com ...



(Do Xico. Obrigada)

sexta-feira, janeiro 18, 2008

prazeres imediatos 3

1.
Mas que raio de coisa é esta? "Gooey Duck" é a resposta certa. Uma ameijoa gigante.
E eu a pensar que a "ameijoa" era fêmea !

.

2.

Encontros na neve

.

3.

.

Cartas de raparigas "trabalhadeiras"

007





michel bublé

"Nós temos cinco sentidos: são dois pares e meio d'asas."
David Mourão Ferreira

bobby fischer: xeque-mate

Bobby Fischer morreu
(Obrigada, Marcelo)
Bobby Fischer, o reclusivo campeão de xadrez, que se tornou o ícone da Guerra Fria quando destronou Borus Sapssky, campeão mundial da modalidade em 1972, morreu ontem no Hospital de Reykjavik, Finlandia.
Tinha 64 anos. Por enquanto, desconhece-se a causa da sua morte.


Fischer em frases:

.
"Não sou um computador como os outros querem pensar. Botvinnik disse uma vez que calculo melhor que os demais, que sou uma máquina, um homem prodígio e tambem fui uma criança prodígio. Aqui não há prodígio algum. Sou meramente um homem, mas um homem extraordinário. Estudo e aprendo cada dia mais e mais, um dia hão de ser meus o carro mais caro e a casa mais bonita. Nos EUA não há ninguém que possa se comparar comigo. Fui campeão nacional sete vezes o que começa a ser fatigante. Aos 14 anos fui campeão nacional, com 16 "grande mestre", com 27 anos sou o melhor do mundo e com 28 serei declarado oficialmente campeão mundial. Meu objetivo é que ninguém no planeta saiba "mexer as peças" melhor do que eu!"
.

"O xadrez é como uma guerra sobre um tabuleiro."
.

"Eu dou 98% da minha energia mental ao xadrez. O restante fica apenas com 2%."
.

"Eu jogo honestamente e jogo para vencer. Se perco vou tomar meu remédio."
.

"Você não aprende nada na escola. É simplesmente uma perda de tempo (...) As professoras são estúpidas. Não deveria haver mulheres lá. Elas não sabem como ensinar (...) As professoras são mais estúpidas que as crianças. Metade delas é louca. Se tivessem me deixado eu teria deixado a escola quando tinha 16."

.

DAQUI

alta tecnologia africana

video

(Do Kandanda. Obrigada)

afinal havia outro



Shrek existiu. E falava 14 idiomas.
.
O personagem de desenho animado que é sucesso em todo mundo foi criado a partir de uma máscara mortuária do francês Maurice Tillet. Poeta e actor,Tillet nasceu em 1903.
.
Muito inteligente, falava 14 idiomas. Na adolescência, contraiu uma doença rara, chamada acromegalia , que causa a desfiguração de partes do corpo. A transformação para um quase 'monstro' não o abateu. Ele emigrou para os Estados Unidos e converteu-se num profissional da Luta livre, com o nome de 'Assustador ogre do ringue'.
.
Lutou até quando pôde. Morreu em 1954, aos 51 anos, de um ataque cardíaco. Pouco antes, seu parceiro de partidas de xadrez, Bobby Managain, pediu para fazer um « lifecast » (máscara mortuária) dele.
.
Tillet concordou e Bobby fez cópias em gesso da cabeça do amigo.
Uma delas foi para o Museu internacional da Luta Livre, em Iowa. A outra foi parar no Hall of Fame do York Barbell Building para mostrar os primórdios das formas da luta livre moderna e do halterofilismo. Foi esta réplica que serviu de modelo para a construção de Shrek.

quinta-feira, janeiro 17, 2008

traduzir-se


Uma parte de mim
é todo mundo:
outra parte é ninguém:
fundo sem fundo.
.
Uma parte de mim
é multidão:
outra parte estranheza
e solidão.
.
Uma parte de mim
pesa, pondera:
outra parte
delira.
.
Uma parte de mim
almoça e janta:
outra parte
se espanta.

Uma parte de mim
é permanente:
outra parte
se sabe de repente.
.
Uma parte de mim
é só vertigem:
outra parte,
linguagem.
.
Traduzir uma parte
na outra parte
- que é uma questão
de vida ou morte -
será arte?

Autor: Ferreira Gullar

as neves do Kilimanjaro



«I bought this tankbook at Magma yesterday. Interesting thing. Cigarettes are such nasty and disagreeable things (especially now all the smokers have been forced outside where you can't avoid them) but all the ephemera and packaging is so good....»
...
"There's nothing more terrifying than being stuck somewhere with nothing to read."

apenas profilático

as tasquinhas de lisboa (repost)


A Matilde
R. da Barroca, 31
tel: 21 342 29 00
.
Tasca do Xico
R. do Diário de Notícias, 39
Tel: 96 505 96 70
.
Tasca das Cegonhas
R. de São Boaventura, 58
Tel: 21 346 55 45
.
Restaurante Faz Frio
R. D. Pedro V, 96-98
Tel: 21 346 18 60
.
Tasquinha da Adelaide
R. do Patrocínio, 70-74
Tel: 21 396 22 39
.
A Carvoaria
R. das Flores, 6
Tel: 21 342 67 04
.
Adega dos Canários
R. dos Remolares, 23
Tel: 21 342 14 68
.
Tasquinha
R. do Patrocínio, 83
.
Tasca da Armada
Praça da Armada, 37
Tel: 31 396 14 07
.
O Beirão
Praça da Armada, 17
Tel: 21 396 14 07
.
Comidas de Santiago
Largo do Contador Mor, 21
Tel: 21 887 58 05
.
O Soajeiro
R. do Merca-Tudo, 16
Tel: 21 397 53 16
.
Tradição
R. Maria Pia, 455
Tel: 21 387 16 44

elsiane

lampreia em Janeiro (repost)


Em Lisboa, a cabidela do precioso ciclóstomo, que entra agora em todo o esplendor na sua época, é servida em muitos e variados locais. Mas cuidado com as imitações.

Tome nota de duas sugestões de absoluta confiança para verdadeiros conhecedores:
.
Escadinhas da Cruz da Pedra
Rua Cândido Figueiredo – Benfica 21 778 03 86
.
Faz Frio
Rua D. Pedro V, ao Príncipe Real 21 346 18 60
.
Convém marcar e evitar os almoços das quintas-feiras, dias em que se reúnem animadas e imprevisíveis tertúlias lampreistas.
.
VINHOS RECOMENDADOS, segundo o meu especialista de vinhos:
.
BRANCO - Encorpado, fermentado ou estagiado em madeira
TINTO - Jovem (até 3 anos)