segunda-feira, março 31, 2008

saudades tuas



7 comentários:

AcidoCloridrix disse...

Saudades da Saudade
"Tenho saudade de quando eu sentia
pena da mulher que chorava.;
De quando eu tinha alegria
com a flor que desabrochava.

Que saudade de quando eu acreditava
em tudo o que contavam meus pais’.;
Que saudade de quando eu esperava
uma sereia na beira do cais.

Que saudade de quando eu sentia
tristeza pela morte de um menino.;
Que saudade do amor à poesia
e do ódio por um assassino.

Tenho saudade de quando eu tinha
prazer ao ver sorrir uma criança.;
Ai que saudade que tenho
de quando eu tinha alguma esperança.

Ainda tenho muita saudade
de quando eu achava a vida boa.;
Que saudade de quando eu morria
de saudades por alguma pessoa."

fresquinha disse...

Quem é o autor ? És tu ?

Que te deu para desapareceres assim ? Hum ? Ai ai ai ai-ai

AcidoCloridrix disse...

Bemmmm,,, como hoje é dia das mentiras,,, e mentir n parace mal,,,, cccllllaaaaaaarrrooooo q sou eu o autor, né??? Tá-se mesmo a ver, não tá chavala???? Ahahahah,,,, com a verdade te engano??? Será??? Beijocas fresquinhas,,,, HCL

fresquinha disse...

Eça é que é Eça !

Amanhã falamos para tirar esta história a limpo. Até podias ser tu. Porque não ? Não é particularmente brilhante :-))))))
Também hoje é dia 1 ....

fresquinha disse...

Então, aposto que era tua. Hoje é dia 2 de Abril. Já nã tens desculpa.:-)

AcidoCloridrix disse...

Prontus, confesso q plagiei o poema,,, agora a porra é q já n me lembro quem, nem onde, fui buscá-lo,,, mái Góde,,, vou rezar p q n venha ainda a ser processado por isto,,, de qq maneira, foi por uma boa causa, já q foi dedicado a ti,,, beijocas,,,, HCL

fresquinha disse...

Estás perdoado, Ácido ! (Andas muito alcalino ...) :-)

Bj